quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Cores em greve

*

*
Um mundo em preto e branco. De certa forma parece aproximar-se mais da realidade do que um mundo à cores, afinal, um mundo colorido parece não ser muito real, parece ser algo que não tem problemas ou seriedade. Colocar "preto no branco" significa trazer alguma coisa para a realidade, porque uma foto colorida pode ter como principal atração as próprias cores. Uma foto em preto-branco parece extrair da realidade o que é sonho, o que é supérfulo e o que é efeito especial. Sobra o extrato da realidade. Os extremos se tocam, e se um extremo é branco o outro é preto. Essa mistura de luz e sombra combina tanto que se separados, preto e branco parecem atrair mais preconceitos que conceitos. O preto carrega uma carga de negatividade, o branco funciona como uma garantia antecipada de boas intenções.


A realidade profunda das coisas, o preto no branco, é muito mais violenta, mais cruel, do que nos é revelada. Na nossa fantasia, ou nos sonhos, andamos fazendo montagens de um mundo colorido. A idéia de ver um mundo menos colorido é que somos manipuladores da realidade, que tentamos desmontar e desvendar um futuro. Há poucas coisas neste mundo que estão verdadeiramente no preto e branco. Entre os dois, você encontrará geralmente um arco-íris inteiro das possibilidades.


Cá entre nós, assim, preto no branco. Os dois são na verdade as melhores molduras para que os limites brilhem em todas as cores do universo.

*

*

*

8 comentários:

Eloisa disse...

O mundo em preto e branco é sem graça, o mesmo que viver sem amor.

beijo, Elo.

Ju disse...

Acredito que se vissemos a vida em preto e branco seriamos muito mais racionais. Ao nos encantar pelas cores, deixamo-nos levar pelas emoções, que nem sempre são tão reais como o preto no branco.
Adorei o texto.

Beijo!

Carlus Alexandre disse...

Olá, adorei o texto, adorei o blog, muita coisa interessante por aqui, parabéns!

Arte Anônima disse...

Gostei do blog passei aki por acaso e me agradou muito,

Seja feliz para sempre!!!

http://blogdoarte.blogspot.com

Carlos Howes disse...

Acho que cabe a nós escolhermos como queremos colorir aquilo que nos cerca. Precisamos de cores para ter esperanças, mas precisamos do P&B para ter razão. E aí que cabe o artista em nós procurar o equilíbrio no desenho.

Excelente texto! ;)

*** Cris *** disse...

Olá,td bem?
Como anda sua vida?
Saudades!

Sabe, sua ultima frase resume tudo:

"Cá entre nós, assim, preto no branco. Os dois são na verdade as melhores molduras para que os limites brilhem em todas as cores do universo."

Bjs!

Rollerzinho disse...

Curti o txto amor, eu particularmente gosto do P&B !

Te amo, bjus !

Nasci disse...

Olá Laurinha! Onde estão seus novos textos? Quero ler novidades... Grande abraço para ti e teu povo. Nasci