segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Herança

*
*
Um sorriso se desenhou em seu rosto quando viu que seu bebê recém nascido se parecia com ela. Teria sido terrível ter que dar explicações.
*
*
*

4 comentários:

p. disse...

que sorte então...

Renato Alexandre disse...

Um alivio mesmo, criei a cena em minha mente!
rs...otimo !

Hoje também tento escrever, não tão bem ainda como os seus.
Se se sentir avontade, me visite tambem.

Bjus,

Renato

Tertuliano disse...

Depois de muito tempo passar e ver que o Mundo Aparte continua aqui é uma satisfação enorme.

Nasci disse...

Olá Laurinha, fiz uma arte para um de seus contos e a postei no meu blog. Irei usá-la no proximo Fanzineria. Depois me passe um endereço para te mandar umas cópias. fanzineria@hotmail.com
Grande abraço. Continue escrevendo...

Nasci